, ,

Três de Maio: Agronegócio em evidência na XV Expofeira

Diversos eventos integram a programação da feira, como concursos leiteiro e morfológico, leilão de gado, premiação dos maiores vegetais e oficina de queijos

A XV Expofeira prossegue até o dia 7 de maio com diversas atividades ligadas à área do agronegócio. Na expodinâmica, por exemplo, há exposição de um silo para secagem de grãos que pode ser fabricado pelo próprio produtor, além de demonstrações ligadas à pecuária leiteira. “Na agricultura familiar são 22 agroindústrias da região Noroeste e até mesmo de outras regiões do Estado. Há, também, a premiação dos maiores vegetais e a oferta de oficinas de fermentados e degustação. Há, ainda, o setor dos pequenos animais”, explica Diorgenes Albring.

No dia 29 iniciou o torneio leiteiro, tendo entre os representantes a cabana que bateu o recorde nacional na categoria jovem da raça Jersey. “Isso mostra o nível dos animais que aqui estão. Na chegada dos animais até prospectávamos a quebra de recordes nacionais e estaduais de produção de leite da raça Jersey adulta. Apenas por questões climáticas isso não ocorrerá, mas ficaremos muito próximos. Quanto à raça holandesa, estamos com animais produzindo mais de 60 litros/dia em três ordenhas. Nosso torneio leiteiro é um dos mais importantes da região, pois tradicionalmente as campeãs da Expofeira também se tornam campeãs na Expointer. Isso mostra a competitividade e o valor dos amimais aqui presentes”, complementa Albring.

Também ocorre a aquisição de animais através de um leilão de gado leiteiro, às 10h do dia 3 de maio. “Na sequência, nos dias 5, 6 e 7, quem não quiser participar do leilão, ainda poderá adquirir os animais que estarão expostos para venda, tanto leiteiros quanto de corte. O encontro de todas as ações vai ocorrer também no dia 3, às 14h, na entrega da premiação de todos os concursos, momento em que mostraremos ao público as características e animais que foram os vencedores de cada uma das categorias”, conclui Albring.

PROGRAMAÇÃO DA ÁREA RURAL

TERÇA-FEIRA – 02 de maio
8h às 17h – Concurso Morfológico da Raça Holandesa – Pista de Julgamento
9h às 16h – Seminário da Agroindústria Familiar: Diversidade e Renda – Restaurante Central
16h30min – Grande Campeonato da Raça Holandesa – Pista de Julgamento

QUARTA-FEIRA – 03 de maio
10h – Leilão de Gado Leiteiro – Raças Jersey e Holandesa – Pista de Julgamento
14h – Milk Break de Entrega da Premiação – Pista de Julgamento/Praça de Alimentação

QUINTA-FEIRA – 04 de maio
14h às 17h – Oficina de Fermentados + Degustação – Sede da Emater

SEXTA-FEIRA – 05 de maio
Oficina de Manejo de Ovinos – Junto à exposição de animais
14h30min – 6º Seminário do Agronegócio – Restaurante Central

SÁBADO – 06 de maio
Oficina de Manejo de Ovinos – Junto à exposição de animais
14h às 16h – Oficina de Queijos + Degustação – Sede da Emater
16h – Premiação Maiores Vegetais – Pavilhão 3 (Agricultura Familiar)

, ,

Justiça Eleitoral cassa prefeito e vice de Horizontina

     A Juíza Eleitoral de Horizontina Cátia Paula Saft julgou procedentes dois processos que pedem a impugnação dos mandatos eletivos do prefeito Antônio Otacílio Lajús (PPS) e Jones Cunha (PDT) apresentados pelo Ministério Público Eleitoral e por um dos candidatos ao pleito Nildo Hickmann (PT).
     A sentença já está com o Cartório Eleitoral da 120ª ZE e os envolvidos devem ser notificados nas próximas horas da decisão, da qual cabe recurso em segunda instância junto ao Tribunal Regional Eleitoral em Porto Alegre.
     Caso a sentença de 1º grau seja mantida os dois mandatários serão afastados dos cargos, assumindo temporariamente o Presidente da Câmara Municipal de Vereadores, enquanto é marcada pelo TRE a data para novas eleições.

Foto: Jornal Folha Cidade

     A expectativa é que a decisão final demore em torno de quatro meses. Neste período Lajús e Cunha permanecem nos cargos.
    A ação pede além da cassação dos mandatos a inelegibilidade dos dois políticos, julgada em parte procedente, pois neste campo, a procedência deu-se somente a Antônio Lajús, entendendo a julgadora da ação que Jones Cunha não teria cometido irregularidades que o tornassem inelegível.
     Não há maiores detalhes acerca dos fatos motivadores da decisão, mas sabe-se que a origem da AIME foi por propaganda eleitoral irregular na Internet e improbidade administrativa, com pedido de cassação de diploma, declaração de inelegibilidade e concessão de liminar contra os diplomas conferidos aos eleitos.
     O processo permanece em segredo de justiça, haja vista que as provas nele acostadas envolvem a vida privada e íntima de várias pessoas. Também há provas de outro processo emprestadas nas ações julgadas hoje. Uma nota da Justiça Eleitoral deve ser distribuída a imprensa nas próximas horas pela 120ª Zona Eeitoral.

Fonte: Jornal Folha Cidade/Paulo Marques

,

Família Weiss de Humaitá cultiva abóboras de até 1,58m de comprimento

30/03/2017

Cultivar uma horta, um jardim, frutas e verduras no quintal da casa, é uma atividade de lazer. Algumas pessoas fazem questão de produzir os próprios alimentos. Para quem mora no interior é normal ter uma horta grande ou uma plantação de mandioca, batata-doce, batatinha, feijão, abóbora, melancia, um pomar, etc. Mas para quem mora na cidade, se não tiver um terreno grande, o jeito mesmo é improvisar.

Hoje iremos relatar um fato muito interessante e curioso que aconteceu na cidade de Humaitá, na casa de Astor e Maria Lúcia Weiss. Eles cultivam no quintal da casa um pé de abóbora de pescoço que gerou frutos bem diferentes e maiores do que estamos acostumados a ver. Para ter idéia, as duas maiores abóboras atingiram tamanhos de 1,53m e 1,58m de comprimento. Outras acabaram crescendo em
formatos diferente, algumas pessoas até acharam uma abobrinha parecida com uma cobra verde, conforme podemos de na foto ao lado.

A notícia das abóboras grandes já se espalhou por Humaitá e região, e segundo relatos do Astor, muitas pessoas já foram visitar a casa deles para conhecer esses frutos, e a maioria quer algumas sementes! “Por enquanto eu não vou abrir essas abóboras para tirar as sementes. Pretendo mantê-las intactas o maior tempo possível, pois eu nasci e cresci trabalhando na roça e nunca vi uma abóbora desse comprimento”, disse Astor.

A abóbora da frente mede 1,53m e a de trás em forma de caracol, mede 1,58m

O fato das abóboras terem crescido nesse formato mais reto se deve ao lugar em que a planta se desenvolveu, ou seja, em cima do parreiral de uvas. Assim, a aboboreira se ramificou sobre a parreira e os frutos cresceram em direção ao chão, em virtude do peso. Normalmente, a aboboreira se ramifica pelo chão e as frutas crescem em curva e não ficam tão compridas, porém, um pouco mais grossas. Já as que cresceram sobre o parreiral ficaram mais finas e compridas. A natureza surpreende!

Um conhecido da família cultivava pés de moranga sobre a parreira, e Astor e Lucia sempre achavam interessante a forma com que as morangas ficavam penduradas debaixo do parreiral. Mas como não tinham sementes de morangas, decidiram plantar abóbora de pescoço que resultou nessas lindas e inusitadas frutas. A semente é originada de uma propriedade de Laejado Boi, local onde Astor nasceu e viveu muitos anos. “Eu não planejei muito, simplesmente cortei um galão de 20l, enchi com terra do próprio terreno e plantei 3 sementes. Depois que elas germinaram, eu arranquei duas, deixando somente a muda mais forte. Não coloquei adubo e não fiz nenhuma tratamento, somente dei água algumas vezes. Mas neste ano vou plantar novamente nesse sistema, e quero caprichar mais, para talvez bater o recorde no tamanho das abóboras”, comentou Astor, sorridente.

Explicou também que algumas abóboras deixou crescer livremente, em linha reta. Outras ele manipulou durante a fase de crescimento, para que tivessem formatos diferentes, como é o caso da abóbora em formato de caracol. “Para chegar nesse formato, todo dia eu forçava um pouco, mas com muito cuidado para não quebrar”, comentou.

A abóbora é plantada logo depois do inverno em meados de agosto e setembro. De acordo com os relatos dos mais antigos, a abóbora alimenta as pessoas a centenas de anos. Foi um dos alimentos que sustentou nossos antepassados, pioneiros dessas terras que trabalhavam muito, derrubavam mato, abriam lavouras, e sobreviviam da caça, pesca, mandioca, abóbora e alguns frutos nativos. Atualmente, ainda é muito utilizada principalmente para a produção de chimia e também sobremesas.

Texto/Fotos: Neimar R Ritter

,

AMUCELEIRO REALIZOU ASSEMBLEIA EM INHACORÁ

Prefeitos, vice-prefeitos, secretários municipais, assessores jurídicos e vereadores dos municípios integrantes da Amuceleiro participaram no último dia 16/03, de assembleia geral ordinária que contou com a presença do Dr. Gladimir Chiele, diretor da Consultoria em Direito Público de Porto Alegre, o qual abordou aos presentes pontos importante da Lei nº 13.019/2014 que estabelece o regime jurídico das parcerias entre a administração pública e as organizações da sociedade civil e repassou orientações gerais sobre as responsabilidades e riscos que os novos gestores estão submetidos frente à administração municipal.

Dr. Chiele

Público presente

O presidente da Amuceleiro e prefeito de Crissiumal, Roberto Bergmann, salientou que a presença do Dr. Chiele nas assembleias é muito aguardada pelos prefeitos tendo em vista o vasto conhecimento que o mesmo possui na área jurídica. “As orientações do Dr Chiele são fundamentais para os novos gestores nesse início de mandato e um dos papeis da Amuceleiro é trabalhar nesse sentindo, buscando auxiliar os prefeitos na função e administrar em conformidade com a lei, os municípios da região. ”, concluiu Roberto.

            Outros assuntos de interesse da Amuceleiro também foram tratados na assembleia que esteve inserida na programação do mês de aniversário do município de Inhacorá.

,

Comitiva da 14ª FEICAP realizou convite oficial à Administração Crissiumalense

O evento acontecerá de 18 a 23 de abril, em Três Passos

Na tarde desta terça-feira (14), uma comitiva com representantes da Comissão Central da 14ª FEICAP – Celeiro de Inovações – de Três Passos, esteve em Crissiumal realizando o convite, à Administração Municipal, para o Lançamento Oficial e, também, para a programação da Feira.

A comitiva foi recepcionada pelo Chefe de Gabinete, Adelar Luiz Hartmann; pela Secretária de Finanças, Clarice Thiesen e pelo representante da Junta de Serviço Militar, Norton Zobel.

O Lançamento Oficial da 14ª FEICAP – Celeiro de Inovações – será realizado no dia 21 de março, às 20 horas, no Centro Empresarial de Três Passos. A programação da Feira acontecerá de 18 a 23 de abril de 2017, no Parque de Exposições Egon Júlio Goelzer, em Três Passos.

A 14ª FEICAP terá diversas atrações, entre elas, grandes shows nacionais. Na quarta-feira (19/04), a banda gaúcha Comunidade Nin-Jitsu sobe ao palco; na quinta-feira (20/04), o show é por conta de uma das duplas sertanejas mais talentosas do país, Fernando & Sorocaba; na sexta-feira (21/04), o romantismo de Amado Batista tomará conta dos palcos da Feicap e; no sábado (22/04), uma das duplas sertanejas mais queridas do público, Thaeme & Thiago promete sacudir os pavilhões da Feira.

,

Morre Arno Klaesener um dos empresários mais antigos de Horizontina

Um dos pioneiros na luta pela emancipação de Horizontina, empresário havia quase 7 décadas no município Arno Klaesener, 95 anos,  faleceu na tarde desta terça-feira, dia 31 de janeiro, ás 15h.

Participante ativo na campanha pró-emancipação, Arno sempre recordava que pelo menos 300 ativistas difundiam a ideia, organizavam as reuniões marcando hora e local, às quais compareciam os integrantes da Comissão, sonho realizado quando da emancipação em 28 de fevereiro de 1955.

Empreendedor nato, Arno dedicou-se as atividades de marcenaria, e seus móveis sempre foram reconhecidos pela qualidade, durabilidade e beleza. A empresa por ele criada, Arno Klaesener e Cia Ltda, hoje sucedida pela Móveis Klaesener tem como legado ser nos dias atuais uma das lojas mais tradicionais do município.

Em certa oportunidade, havia alguns anos, revelava Arno que o crescimento da cidade que ajudou a criar, o tornava um homem realizado, e que era difícil encontrar uma família no município que não tivesse em seu lar, pelo menos um móvel por ele fabricado ou comercializado.

Arno era viúvo havia alguns anos, e deixou enlutados os filhos Egon, que o sucede nos negócios no município, Sônia e Nelson. O corpo está sendo velado no tempo da IECLB Martinho Lutero e o sepultamento será nesta quarta-feira, dia 1º. Na imagem, Arno ao centro com o filho Egon, o neto Saulo e um de seus bisnetos, completando as quatro gerações da família.

No ano de 2016 através de Lei Municipal proposta pelo vereador Averi Padoin e aprovada pelos demais vereadores o Distrito Industrial II do município passou a ser denominado Distrito Industrial Arno Klaesener.

Fonte: Folha Cidade

,

20ª Schweinfest marca os 20 anos de emancipação político-administrativa de Nova Candelária

Por: Assessoria de Imprensa – P. M. Nova Candelária

A 20ª Schweinfest realizada no último domingo (11), foi avaliada pela comissão como um sucesso, superando as expectativas dos organizadores. A festa registrou um aumento de público em relação ao ano anterior, com um consumo de aproximadamente seis mil litros de chopp.

Organizada pela ACEGABES – Associação cultural, étnica, gastronômica e beneficente da Schweinfest, em parceria com a Prefeitura Municipal, a 20ª Schweinfest foi um espetáculo de dança, alegria e muita música. Cerca de três mil pessoas passaram pelos Pavilhões de Nova Candelária para participar da maior das comemorações do 20º aniversário do município.

Pela parte da manhã o público foi recepcionado pela comissão organizadora e pela banda Os Bade, na rua em frente aos Pavilhões. Antes do almoço ser servido foi realizado o protocolo oficial do evento que contou com a participação de autoridades locais, regionais e estaduais; corte da 38ª Oktoberfest de Itapiranga e corte oficial da Schweinfest, representada pelo Presidente da festa, Jorge Steffler, Vice Presidente, Gervásio Wille, Soberanas Aline, Camila e Angélica, e o Fritz e a Frida da Schweinfest, Sr. Édio e Sra. Asta Mai.

_dsc9157-copiarA programação do 20º aniversário do município de Nova Candelária teve início no dia 25 de novembro e se estende até o dia 28 de dezembro. As mais diferentes atrações buscam enaltecer a proposta central da festa: valorizar a tradição e celebrar mais um aniversário de emancipação de um município ainda tão jovem.

Segundo os organizadores do evento foram servidos 1.400 almoços, com um cardápio de encher os olhos, composto por frutas, saladas, complementes diversos e a carne suína preparada das mais diferentes formas. À tarde o público contou com a animação da Orquestra Continental, Karine Eichel e Banda, e Banda Pérola Negra.

A comissão central da festa agradece ao público presente, à imprensa em geral e aos voluntários que trabalharam para a realização de mais uma Schweinfest. De forma especial a Comissão organizadora agradece ao patrocinador Banrisul e aos apoiadores da 20ª Schweinfest: Alibem, Gráfica Rex, Sicredi, Jaeli Móveis, Chá Prenda, Ketten Bebidas, Concrepassos e Lojas Holz.

O próximo evento marcado na grade de programação é a Noite Natalina que acontece no dia 22 de dezembro, com inauguração da iluminação externa da Prefeitura Municipal e show com a Banda Barbarella, em frente à Prefeitura. Você é convidado para assistir à esse espetáculo.

Veja a Galeria de Fotos da 20ª Schweinfest de Nova Candelária:

Fotos: Maira Dill/Assessoria de Imprensa.

, ,

STR convida todos para participar do protesto contra Reforma da Previdência Social

Nesta sexta-feira, dia 16 de dezembro, acontecerá um ato de protesto em âmbito Nacional contra a Reforma da Previdência Social. O Sindicato dos Trabalhadores Rurais –STR de Crissiumal, representado por seu presidente Marcos Zimmermann, convida à toda comunidade para participar do protesto que acontecerá na sexta-feira na cidade de Três Passos, em frente ao prédio do INSS. Estarão reunidos neste previdenciaquebradadia, pessoas dos 13 municípios da Regional Sindical de Três Passos. Mas esses protestos acontecerão simultaneamente em todo Rio Grade do Sul e também em demais estados brasileiros.

O STR de Crissiumal está organizando uma lotação de ônibus, e ainda há vagas disponíveis para todas as pessoas que tiverem interesse em ir junto lutar pelos seus direitos, podem ser agricultores, comerciantes, aposentados ou jovens, todos estão convidados a protestar, pois se essa Reforma for aprovada, todos serão prejudicados, de uma forma ou de outra. As inscrições para participar do protesto deverão ser feitas diretamente no STR, a passagem de ônibus será gratuita.

#QuantoMaisPúblicoMaisFortesSeremos

tabela-imagemMarcos explicou sobre os 6 principais pontos que serão alterados, caso as normas da Previdência forem alteradas:

-Aumento da idade mínima para se aposentar, onde homens e mulheres só poderão se aposentar a partir dos 65 anos de idade, desse modo, aumentaria 10 anos de contribuição para as mulheres e 5 aos homens;

-Não será mais possível receber ao mesmo tempo dois benefícios, por exemplo, pensão + aposentadoria, a pessoa só terá direito a um deles;

-Desvinculação do salário dos aposentados com o salário mínimo. Desse modo, se o salário mínimo aumentar, não haverá nenhum aumento aos aposentados em virtude dessa desvinculação;

Presidente do STR, Marcos Zimmermann

Presidente do STR, Marcos Zimmermann

-Agricultores rurais terão que, obrigatoriamente, contribuir também com a previdência;

-Além dos trabalhadores, todos os aposentados e pensionistas passarão a pagar pela previdência;

-Criação de um gatilho que aumenta a idade mínima para se aposentar, que será baseado nas estatísticas do IBGE sobre aumento da expectativa de vida dos brasileiros.

Anteriormente foi comentado que os aposentados também poderão acompanhar o protesto, pois, se analisar essas mudanças, no mínimo três delas estão diretamente ligadas àqueles que já estão aposentados.

Vale lembrar que neste dia, cada participante terá direito a dois lanches, e as respectivas fichas serão disponibilizadas pelos colaboradores do STR.

,

Mobilização regional pede ação contra prejuízos provocados por hidrelétrica ao Salto do Yucumã

Menos de dois meses ao ano é o tempo de visibilidade para turistas do maior salto longitudinal do mundo, o Salto de Yucumã. O desaparecimento dos 1,8 mil metros de queda d’água do Rio Uruguai, localizada no Parque Florestal do Turvo, em Derrubadas, resulta da mudança do nível das águas depois que entrou em funcionamento a usina hidrelétrica Foz do Chapecó, em 2010. O assunto foi debatido no último dia 6 em audiência pública da Comissão de Assuntos Municipais, que formou grupo de trabalho para incluir na pauta do Conselho Nacional de Recursos Hídricos alterações na outorga e a mudança do período de operação da usina.
20161206_084414Iniciativa do Consórcio Rota do Yucumã, juntamente com a comissão de assuntos municipais a Assembleia Legislativa Gaúcha, através de seu presidente, deputado Eduardo Loureiro (PDT), o tema reuniu prefeitos, vereadores e lideranças empresariais da região, que sofre com o impacto provocado pela última das usinas hidrelétricas implantadas no Rio Uruguai, a Foz do Chapecó, localizada entre os municípios de Águas de Chapecó, em Santa Catarina, e Alpestre, no Rio Grande do Sul. Representantes da Foz do Chapecó e do Ibama, mesmo convidados, não compareceram. Loureiro leu ofício do diretor da usina, Otávio Grillo, comunicando que o tema em debate está sob análise da 1ª Vara Federal de Palmeira das Missões, onde tramita a ação de reparação de perdas e danos e indenização ajuizada pela prefeitura de Derrubadas.
Primeiro conflito turístico
O diretor do Departamento de Recursos Hídricos (DRH) da Secretaria do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Fernando Meirelles, relatou os procedimentos adotados pela pasta no ano passado, depois de solicitação do município de Derrubadas, que resultou em ofício ao Conselho Nacional de Recursos Hídricos, em Brasília, cuja resposta foi a exigência de dados técnicos para atendimento da demanda. Diante do primeiro conflito de questão turística, a SEMA instalou uma estação automática no Parque do Turvo, realizando registro fotográfico hora a hora do Salto do Yucumã, para validar as medições de nível com o que acontecia visualmente. “A ideia foi definir uma vazão mínima para que o Salto fique visível e então solicitar a alteração da outorga”, explicou o técnico. No dia 07 aconteceu, em Brasília, reunião do Conselho Nacional de Recursos Hídricos, mas o assunto não foi colocado em pauta pela Câmara Técnica de Análise de Projeto. Também se manifestou o secretário estadual de Turismo, Esporte e Lazer, Idílio Pasuch.
20161206_080821Preocupados com a sobrevivência do turismo sustentável, principal alternativa econômica da região, que sofre com baixos índices de produção de riqueza, os agentes públicos relataram os prejuízos ao Salto do Yucumã depois do início da operação da usina. Estudo realizado pelos argentinos que administram o Parque Saltos del Moconá, em Missiones, mostra que, dos 365 dias do ano, apenas 55 dias garantem visibilidade ao Salto do Yucumã, resultado do aumento da vazão da água no período de operação da usina, relatou Miguel Tassi, responsável pelo parque do país vizinho.
Esgotamento do Rio Uruguai
Outro estudo técnico realizado pela Secretaria do Meio Ambiente aponta que, ao longo das 24 horas, o pico de visibilidade acontece entre as 18h e 19 horas. Com o tesouro natural submerso a maior parte do ano, os 33 municípios que formam o Consórcio Rota do Yucumã lutam para o reconhecimento de estudo técnico da região, uma vez que a implantação da usina excluiu o município de Derrubadas. O prefeito Almir Bagega, enquanto aguarda parecer da Justiça sobre a ação de novo estudo de impacto ambiental, pede o fechamento da usina.
Desde 2010, o turismo registra declínio uma vez que a maior atração do parque, o Salto de Yucumã, não pode ser visualizado, “diariamente os turistas saem decepcionados”, disse o prefeito de Redentora e presidente do Consórcio Rota do Yucumã, Marco Giacomini, que estava acompanhado de comitiva regional. Mesmo com os municípios empenhados em projetos turísticos para agregar emprego e renda, os prejuízos acumulam-se. Soma-se a isso, impedimentos burocráticos impostos pela Secretaria do Meio Ambiente, como a impossibilidade de vender água para os turistas nas dependências do parque, conforme relatou o turismólogo Felipe Sturmer.
Mesmo que esta limitação seja resultado da inoperância do Conselho Gestor do Parque, conforme explicou a diretora do Departamento de Sustentabilidade da SEMA, Liana Tissiani, o problema atrapalha o difícil fluxo turístico da Rota do Yucumã, cujo consórcio elaborou o documento “A influência das Usinas Hidrelétricas na Oscilação do Nível do Rio Uruguai no Salto do Yucumã”. Outro diagnóstico veio do professor de ecologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Paulo Bracke, que relatou estudo da flora no parque em 1985 e a sua destruição pela mudança do ciclo do rio. Ele alertou que são 278 os pedidos de empreendimentos no Rio Uruguai, o que poderá aumentar o represamento do Yucumã e, pior que isso, esgotar ao limite o rio em cuja margem sobrevivem muitos dos municípios da região.
Também solicitante da audiência, a vereadora Márcia Muller, de Tenente Portela, entregou moção de apoio aprovada ontem (5) em favor da causa. Ela preside a Associação do Roteiro Turístico Caminhos do Interior e no breve histórico da situação disse que o clima é de indignação com as limitações impostas ao empreendedorismo turístico. Questionou o estudo de impacto ambiental e disse que sem um acordo com a usina, o turismo está comprometido. O presidente da Associação dos Municípios da Região Celeiro e prefeito de Tiradentes do Sul, João Carlos Hickmann, defendeu um cronograma especial para os fins de semana, com a regulação do volume de água, assegurando a visibilidade aos visitantes. Pela Famurs, o ex-prefeito de Montenegro, Paulo Azeredo, assegurou apoio da entidade ao pleito20161206_080745 regional. A Agapan e o Movimento Gaúcho em Defesa do Meio Ambiente alertaram para os riscos das usinas hidrelétricas no Rio Uruguai e destacaram o trabalho de fundações, como a Zoobotânica, em diversos projetos de biodiversidade.
As deputadas Zilá Breitenbach (PSDB) e Regina Becker Fortunati (Rede), e os deputados Edson Brum (PMDB) e Juvir Costella (PMDB), destacaram preocupação com a situação vivida pela região e anteciparam apoio às demandas das lideranças.
,

Humaitá conquista o primeiro lugar no Estado no Programa de Integração Tributária – PIT

Foi publicado no Diário Oficial do Estado do Rio Grande do Sul no dia 18 de novembro de 2016, o resultado final da pontuação do primeiro semestre do Programa de Integração Tributária (PIT), onde Humaitá, mais uma vez é destaque, agora como um dos Municípios do Estado que atingiu a pontuação máxima, com 100 pontos.   Essa pontuação foi atingida pelo trabalho que vem sendo desenvolvido por todas as escolas do município, empresas e comunidade, sob a coordenação do Servidor Michael Loch.  Em valores, o município devera receber um incremento nas receitas na ordem de R$ 150.000,00, juntamente com o repasse do ICMS.

dsc_0003

Prefeitura Municipal de Humaitá-RS

Humaitá se constituiu num município com aumento anual constante do índice do ICMS, graças ao trabalho de equipe, tornando-se um modelo de gestão.

O Programa de Integração Tributária (PIT), instituído pela Lei Estadual nº 12.868/2007 e regulamentado pelo Decreto nº 45.659/2008, tem o objetivo de incentivar e monitorar ações de interesse mútuo dos Municípios e do Estado.

As referidas iniciativas dividem-se em quatro grupos – Educação Fiscal, Programas de Cidadania, Turmas Volantes Municipais e Sistema de Informações Tributárias sobre a Agropecuária (sitagro) – e são avaliadas, por meio de atribuições de pontuação ao ente local, com vista à apuração da parcela do Índice de Participação dos Municípios (IPM) no produto da arrecadação do ICMS.

Segundo o Prefeito Luiz Carlos Sandri, o Programa visa aumentar receita, por meio da arrecadação do ICMS. Os Municípios precisam se organizar e aproveitar programas que tem objetivo o aumento das receitas, pois de regra geral o Governo Estadual e Federal, repassam encargos aos municípios sem destinar recursos para o seu custeio.

Graças a esses incrementos na arrecadação, e a uma administração enxuta, o município deverá encerar este exercício, sem restos a pagar, sem dívida e com todos financiamentos pagos, cumprindo assim a risca a Lei de Responsabilidade Fiscal.

MUNICÍPIOS  –  RS            PONTUAÇÃO

1 – Humaitá                                         100

2 – Cerro Grande do Sul                   100

3 – Santo Antônio do Planalto         98

4 – Santa Vitória do Palmar             96

5 – Derrubadas                                    95

6 – Santiago                                         95

7 – Brochier                                         94

8 – Lagoa Vermelha                           94

9 – Progresso                                       94

10 -Planalto                                         93

MUNICÍPIOS AMUCELEIRO  –  PONTUAÇÃO

 

Colocação Município Pontuação
Humaitá 100
Derrubadas 95
19º Coronel Bicaco 87
20º Redentora 87
32º São Martinho 83
33º Campo Novo 82
38º Crissiumal 81
39º Esperança do Sul 81
43º Braga 76
45º Três Passos 76
100º Tenente Portela 72
103º Vista Gaúcha 70
122º Tiradentes do Sul 64
137º Santo Augusto 60
172º Inhacorá 48
194º Sede Nova 45
206º Barra do Guarita 41