,

Marcos Sonda fala sobre as Trilhas de Jeep: Adrenalina e diversão com segurança

Por.: Neimar R. Ritter

Nesta matéria, será falado sobre a – Trilha de Jeep – que no município de Crissiumal está ainda em seu princípio, mas a cada trilha vem conquistando mais adeptos, por ser um esporte divertido que proporciona adrenalina, exige habilidade e prática de pilotagem, mesmo assim, é considerado uma atividade muito segura.

O Jornal Colonial entrevistou um dos pioneiros das trilhas de jeep de Crissiumal, o empresário Marcos Sonda, que contou como conheceu o esporte, falou sobre os desafios das trilhas, preparação dos veículos, segurança e também sobre os grupos de jipeiros da região.

Disse que sempre foi esportista, jogou bocha, futebol, poker, participou de muitos rodeios sob o lombo de um cavalo e agora é o momento do jeep. Após uma cirurgia no coração, ficou restrito a alguns esportes, e encontrou o jeep como uma alternativa segura de continuar fazendo aquilo que gosta.

Como tudo começou

A idéia inicial era comprar um jeep somente para andar na chácara que possui no interior. Porém, enquanto pesquisava veículos à venda na internet, percebeu que quase todos estavam “preparados para trilha”, e estranhou isso, pois queria um Jeep Willys original. Finalmente, na cidade de Ijuí encontrou o que estava procurando, um Jeep com motor 6 cilindros original e com poucas modificações na estrutura.

Disse que nos primeiros 6 ou 7 meses, andou somente na chácara e em algumas estradas do interior. Foi quando recebeu o convite para participar de uma trilha de jeep em São José do Inhacorá, cidade sede de um dos maiores grupos de jipeiros da região – Knatsch Klub Off-road.

Mesmo sem muita experiência, Marcos convidou um amigo e foi para São José fazer a trilha, em meados de maio de 2015. Seu jeep ainda não tinha direção hidráulica e a suspensão era baixa. Disse que foi pego de surpresa por aquela trilha, pois os desafios eram muito difíceis até para os veteranos. Andou na lama, na água, subiu e desceu morros e lá pelas tantas, ao ajudar puxar outro jeep atolado, enroscou no galho de uma árvore e ficou sem freio. Felizmente, um mecânico que participava da brincadeira improvisou e recuperou o freio em pelo menos 3 rodas. Porém, por não ter direção hidráulica em seu jeep, Marcos acabou destroncando um dedo no volante na travessia de um rio com muitas pedras. Por esses motivos, não conseguiu completar a prova.

“Nessa primeira trilha acabei voltando para casa meio decepcionado, pois achei muito difícil dar conta da prova. Minhas opções eram: desistir das trilhas oficiais ou investir no jeep”, comentou. Mas a vontade de andar falou mais alto, Marcos levou o jeep para a oficina e o deixou preparado com uma suspensão mais alta e reforçada, direção hidráulica, mudanças no escapamento e distribuição elétrica, pneus especiais, reforçou a estrutura de proteção (gaiola), instalou bancos concha de estrutura tubular com cinto de 4 pontas, e demais itens que aumentaram a segurança e a performance do veículo nas trilhas.

A segunda trilha oficial

Participou da segunda trilha em meados de fevereiro de 2016, na cidade de Horizontina. “Nessa trilha eu levei junto minha esposa Mariela, a qual foi minha assistente durante a prova. Foi uma trilha decisiva para me apaixonar pelo esporte, pois andamos muito na lama, nos divertimos demais e meu jeep colaborou bem na superação dos obstáculos.

Marcos se tornou integrante do Knatsch Klub de São José de Inhacorá, e também começou a incentivar amigos para acompanhar as trilhas, sendo que atualmente já tem em Crissiumal pelo menos 6 pessoas que também compraram um veículo preparado. Disse que recebe também a visita de jipeiros de outras cidades, que vem para Crissiumal se divertir nos finais de semana, em trilhas localizadas em propriedades rurais de amigos.

Marcio, Marcos, Paulista e Guto

Sobre os veículos

Nas trilhas são encontrados diversos tipos de veículos como, Jeep Willys, Ford F75, S10, L200, Rural, carros adaptados (gaiolas), Troller, Cherokee, entre outros. Para superar os obstáculos, principalmente das trilhas oficiais que são as mais difíceis, é necessário que todos os carros tenham tração 4×4 e marchas reduzidas. Veículos mais pesados costumam ter mais dificuldades para superar desafios na lama, sendo que os mais eficientes em grande parte dos obstáculos são os jeep willys e F75.

Sobre a potência, Marcos comentou que tudo depende de um conjunto de detalhes para uma boa performance, onde o Motor + caixa + pneu + altura + força, são fundamentais. A maioria dos pilotos possuem motores potentes em seus veículos como, 6 cilindros, Ap 2.0, V6, V8, motores turbo, entre outros. Também é importante ter pneus especiais e rodas grandes, de 15 até 19. É necessários que todos tenham freio a disco. Nas trilhas oficiais é obrigatório que cada participante tenha em seu veículos cordas e cintas para puxar e desatolar, ganchos na frente e atrás, e também um “Zequinha”, que é a pessoa que anda na carona do jeep para dar apoio técnico.

Um dos empecilhos é que custa caro manter um veículo assim, pois, praticamente após cada trilha é preciso levar na oficina.

Sobre o esporte

“Estou tendo experiências muito positivas com esse esporte. Meus amigos também estão se interessando e eu acredito que em breve teremos mais jipeiros participando do grupo. É um laser, uma forma de desestressar, um contato mais direto com a natureza. Convido as pessoas que gostam de adrenalina que possuem algum veículo, jeep, caminhoneta, gaiola ou outro veículo adaptado, que venham fazer parte do nosso grupo”, finalizou Marcos.

,

Jovem crissiumalense é contratada pela Seleção Paraguaia de Futsal Feminino

A jovem crissiumalense Débora Cristina Hertz Häefliger (25 anos de idade), desembarcou ontem (31) no Paraguai, para mais um novo desafio em sua vida – representar a Seleção Feminina Paraguaia de Futsal. Ela é filha de Ernani Vilmar Häefliger e Maria Goreti Hertz Häefliger.

Débora residia em Ijuí, onde cursava a graduação. Até então, não jogava profissionalmente, mas há 6 meses recebeu um convite para fazer parte da equipe AAPF de Augusto Pestana, assumindo também os trabalhos físicos e coordenação da equipe. “Meu currículo no futsal é mínimo, participo somente de torneios pela região, em preparação para enfrentar o estadual feminino pela AAPF, em 2018”, disse a jogadora.

Ana Flávia, Bruna Carolina e Débora Cristina

Hoje ela está no Paraguai,na cidade de Campo 9, onde junto com as companheiras de equipe Ana Flavia Muller e Bruna Carolina Caetano, irão disputar uma competição representando a seleção do Paraguai de futebol de salão.

O talento de Débora no esporte foi descobertocom base no que apresentava em quadra, ou seja, por mérito de muito trabalho e dedicação, acabou sendo indicada para o futebol profissional.

Em entrevista exclusiva ao Jornal Colonial, Débora falou que ainda não tem patrocinadores, mas que joga por amor à modalidade, ao esporte.“Deixo a minha alegria exposta com essa oportunidade que recebi, onde portas se abrem para mostrar o meu trabalho. Deixo também uma mensagem para as meninas que gostam da modalidade e tem um sonho de criança como era o meu, que às vezes mesmo desacreditado, na vida tudo acontece conforme a importância que se dá às coisas!Trabalhe duro e em silêncio, deixe que seu sucesso faça barulho! Desde já, minha gratidão às pessoas que vem me apoiando nessa etapa”, finalizou a jogadora Débora.

,

Ilson Henz participa do “Bananalama”, maior encontro de trilheiros do mundo

Ilson é integrante da Companhia da Trilha de Crissiumal, e representou o grupo em Corupá-SC

De 06 a 09 de julho, o município de Corupá-SC realizou mais uma edição do “Bananalama”, considerado o maior evento de trilheiros do mundo. Na última edição, que aconteceu no ano de 2013, mais de 4 mil motos participaram da trilha, tanto que acabou entrando para o Livro Guinnes dos Recordes, que é uma edição publicada anualmente, que contém uma coleção de recordes e superlativos reconhecidos internacionalmente, tanto em termos de performances humanas como de extremos da natureza.

Neste ano mais de 3 mil pilotos participaram da trilha. O crissiumalense Ilson Henz, proprietário da empresa Ilson Motos, participou do Bananalama e na última quarta-feira (02) conversou com a equipe do Jornal Colonial para dar mais detalhes sobre essa grandiosa festa. Ilson é integrante da Companhia da Trilha de Crissiumal, e representou o grupo em Corupá.

Antes de falar sobre a trilha, falou com muito entusiasmo sobre a receptividade e hospitalidade desta pequena cidade, (localizada a pouco mais de 20km de Jaraguá do Sul) que além do ecoturismo é a capital catarinense da banana. Por isso, o evento foi denominado Bananalama, e a maior parte da trilha se dá em meio às bananeiras.

Sobre o Evento Bananalama

Ilson com os amigos de Três Passos

Esta foi a primeira vez que Ilson participou do Bananalama “Decidi participar do evento por dois grandes motivos, ou seja, ter a oportunidade de andar de moto com meus amigos em uma trilha em meio à natureza e, conhecer esse evento considerado o maior encontro de trilheiros do mundo”.

O evento reúne pessoas do país inteiro e envolve a todos através de uma programação intensa. Iniciou na quinta-feira (06-07), com apresentação de bandas, freestyle com a equipe Pro Tork Road Show, houve também shows sertanejos, pop/rock, show de freestyle com bicicleta e kart. O evento principal do Bananalama foi a trilha, que teve início às 9h da manhã de domingo, onde participaram motos, quadricíclos e UTVs (gaiolas). Neste dia, cerca de 70 mil pessoas estiveram presentes. Tudo aconteceu nas dependências do Seminário Sagrado Coração de Jesus, que sede sua estrutura em todas edições. “Eu fiquei impressionado com a organização deste evento, pois, imagina se ao menos a metade desse povo almoçou lá, já seriam mais de 30 mil pessoas…e eu devo afirmar que o almoço foi excepcional, uma comida caseira de primeira qualidade”, comentou Ilson.

Em virtude de uma viagem de negócios, Ilson só chegou no Bananalama no sábado a tarde, onde logo encontrou conhecidos aqui do RS, amigos de Três Passos, Três de Maio e de Palmitinho. Passou a noite na casa de amigos de Miraguaí, que moram próximo ao seminário. “No domingo foi uma verdadeira festa, tive a felicidade de passar o dia com meus amigos e a trilha foi muito legal. A adrenalina toma conta de nossas veias, pois fazer trilha com milhares de motos é emocionante”, afirmou.

Disse que neste ano o número de participantes foi um pouco menor do que 2013, pois foi organizado de forma um pouco diferente, o valor da inscrição era um pouco maior. O município decidiu focar mais na qualidade do que na quantidade, considerando que é preciso muita estrutura para hospedar e abrigar tantas pessoas, em um município com cerca de 14 mil habitantes”.

A trilha

Foram sorteadas 10 motos e 01 quadricíclo entre os trilheiros inscritos, mas os prêmios não tinham nenhuma relação com a classificação. O que chegou em primeiro lugar ou o último tiveram as mesmas chances de ganhar um prêmio. “Não foi uma competição para ver quem chegava primeiro, na verdade foi uma grande aventura, com obstáculos, dificuldades, muita lama e atoleiros”, comentou sorridente. Em relação ao grau de dificuldade da trilha, Ilson a comparou com as trilhas de nossa região, porém, o grande número de motos fez com que os pilotos que ficaram para trás enfrentassem mais dificuldades, pois as motos da frente já arraram a terra e abriram atoleiros.

Ilson correu com uma moto importada de 300 cilindradas, da marca Gás Gás. A maioria dos pilotos participou com motos especialmente preparadas para trilha (off-road), mas a criatividade rolou solta, teve gente fantasiada e veículos para lá de exóticos, como é o caso da Honda CG 1979, de Felipe Kinn, muito aplaudida ao cruzar o arco de chegada. “É uma moto street, que uso no meu dia a dia. Resolvi tirar o tanque, improvisei-o em uma garrafa de refrigerante, deixei só o esqueleto mesmo, ficou engraçada. A vovozinha é guerreira, foi bem na trilha e eu me diverti bastante”, afirma o empresário de 34 anos, da cidade de Monte Negro (RS). A participação das mulheres na trilha também vem aumentando nos últimos anos.

Veja mais fotos em: http://www.bananalama.com.br/ ou na página do Bananalama do Facebook

, ,

Crissiumal obteve 26% de participação e perde a competição do Dia do Desafio

A chuva foi um fator que prejudicou bastante as atividades e a adesão da população

Este ano, foram 3.675 pessoas que participaram do Dia do Desafio, realizando algum tipo de atividade física, no município de Crissiumal. Este número representa 26,09% da população do Município.

A atividade que ocorreu no dia 31 de maio, teve como objetivo propor para as pessoas a pratica de atividades físicas, com a interrupção das atividades rotineiras e a realização da prática de qualquer tipo de atividade física, por, pelo menos, quinze minutos.

A ação acontece em forma de competição saudável, entre duas cidades com o mesmo porte populacional, e, neste ano, o município de Crissiumal enfrentou a cidade paranaense de Turvo, localizada na região central do estado do Paraná, com um pouco mais de 13.800 habitantes.

Entretanto, Crissiumal teve menos participação e perdeu para a cidade concorrente, que obteve 41,65% de participação.

A chuva, também, contribuiu para a baixa participação da população crissiumalense nas atividades, sendo que, este ano, foram 120 participantes a menos, comparando ao ano de 2016.

Porém, a Administração Municipal de Crissiumal agradece a todos que participaram, desafiando-se a praticar atividades físicas e, também, parabeniza todos os envolvidos, enfatizando que o mais importante é participar.

Fonte/Fotos: Andréia Queiroz- Jornalista e Assessora de Imprensa da Prefeitura de Crissiumal

,

Galeria de Fotos da final da Copa Yucumã de Motociclismo em Crissiumal

A final do Circuito Yucumã de Motociclismo/Verão 2017, aconteceu no domingo (30), e reuniu centenas de pessoas no Balneário Amorim de Crissiumal. Provas de MotoCross e VeloCross foram disputadas com muita adrenalina, por pilotos habilidosos que aceleraram tudo para conquistar um lugar no pódio. O grande prêmio do dia foi uma moto Honda NX 150, sendo que o ganhador da mesma foi Giovani da Silva, de São Marinho.

As categorias e os respectivos campeões desse circuito foram:
-Categoria 55cc: Yuri Herpich;
-Cat. 150cc 4T e 180cc 2T: Gabriel Ortiz;
-Cat. 225cc: Giovani da Silva;
-Cat.230cc VX: Diogo Gerlach;
-Cat. 400cc MX: Daniel Brentano;
-Cat. 400cc VX: Diogo Gerlach;
-Cat. Estreantes Nacional: Kelwen da Silva;
-Cat. Feminina: Fernanda Neu;
-Cat. Força Livre MotoCross: Everton Schiavi;
-Cat. Infantil VX: Fernanda Neu;
-Cat. Intermediária Livre MotoCross: Everton Schiavi;
-Cat. Intern. Livre VX: Cristiano Rasia;
-Cat. Mirim MX: Wendel Lang;
-Cat. MX2: Everton Schiavi;
-Cat. MX3 MotoCross: Joel Mezzeta;
-Cat. Nacional Livre MX: Luis Safran;
-Cat. Nacional Livre VX: Diogo Gerlach;
-Cat. Novatos Importada: Everton Schiavi;
-Cat. VX Força Livre: Cristiano Rasia;
-Cat. VX3 Livre: Marcos Perini.

Confira mais fotos das provas: www.jornalcolonial.com

,

Equipe do Cruzeiro recebe as faixas de Campeão Categoria Titulares 2016/2017

A S.E.R Cruzeiro do Sul já tem mais de 60 anos de história em Crissiumal

No último domingo, dia 23 de abril, a Sociedade Esportiva e Recreativa Cruzeiro do Sul, de Lajeado Crissiumal esteve em festa, pois, foi feita a entrega das faixas de Campeão do Campeonato Municipal 2016/2017 da Categoria Titulares. A atual presidente da sociedade, Rosecler Pohl e seu marido Jair Pohl, tiveram uma grande preocupação em organizar o evento, visando a presença de todos os jogadores, equipe técnica e direção para a solenidade, porém, nem todos puderam estar presentes.

Membros do Cruzeiro que receberam a Faixa de Campeão

Os jogadores que receberam as faixas de campeão foram o Buda, Rafa Bruxel, Goleiro Junior, Rafa Melo, Manico e Mumu. Também recebeu uma faixa a presidente Rosecler, a tesoureira Ivone (Nica) e o Juca, massagista da equipe.

Jogador Manico

O jogador Manico, durante seu pronunciamento, agradeceu ao apoio e empenho de todos os membros da direção e da comunidade, que sempre apoia o Cruzeiro. Parabenizou todos seus colegas jogadores, a comissão técnica. “Agradeço àqueles que realmente adotaram essa bandeira e o escudo para apostar no ano 2016/2017 e, para nossa felicidade o Cruzeiro teve êxito nessa conquista do título”, comentou.

Durante a parte da manhã aconteceram jogos entre equipes do interior de Crissiumal e na parte da tarde, logo após a solenidade de entregas da faixas, a equipe do Cruzeiro jogou contra o Sempre Alegre, de Sete Voltas.

Houve também música ao vivo, com o Teco dos Teclados, que fez o povo cantar, dançar e se divertir durante o evento.

Confira a galeria de fotos:

Taça Orlando Germano Konzen define seus vencedores nesta sexta-feira

Final do campeonato acontece na sede da Associação dos Servidores Municipais de Nova Candelária

Faltando apenas dois jogos para definir os vencedores nas categorias veteranos e livre, o Campeonato Regional de Futebol Sete de Nova Candelária representou dois meses de competição, diversão e incentivo ao esporte. Organizado pela Associação Esportiva Cultural Candelária em parceria com o Conselho Municipal de Esportes (CMD), este ano, o campeonato homenageia um grande desportista de Nova Candelária, Orlando Germano Konzen, que iniciou sua história com futebol ainda na infância.

Com apenas 13 anos de idade, Orlando Germano Konzen estudava no Seminário São Miguel, de Crissiumal, onde era titular do time de futebol local. Entre 85 jovens, destacava-se pela habilidade e rapidez em campo.

Aos 15 anos, seu envolvimento com o esporte aumenta. “Em 1965, colaborei na fundação do Esporte Clube Rio Grandense de Duas Pontes. Na época, tínhamos poucos recursos, mas com força de vontade e muito trabalho criávamos nosso campo, nossa sede e ali, treinávamos e jogávamos muito futebol”, comentou Orlando.

Com o passar dos anos, sua paixão pelo esporte somente aumentava. Sua família, muito influente na comunidade, o incentivava muito. Orlando Germano Konzen também colaborou na fundação do Esporte Clube União de Sanga Bela, da equipe do Primeiro de Maio de Duas Esquinas e em 1983, incentivou e ajudou a criar a Associação Esportiva Nova Candelária, que se destacou muito na região, participando de campeonatos estaduais. “Posso dizer que naquela época, todas as comunidades faziam questão de ter seu time representante. Depois da Igreja, escola e um salão comunitário, o futebol era prioridade”, enfatizou Orlando Germano Konzen.

Mas não foi somente na participação e incentivo para a criação das equipes que Orlando destacou-se. Em todas elas, também atuava como jogador, vindo a “pendurar suas chuteiras”, como ele mesmo afirmou, apenas aos 60 anos de idade. “A prova de toda minha dedicação pelo esporte, são os troféus que com muita honra cuido e os mantenho no meu escritório. Eles representam uma época muito boa, em que o esporte era muito valorizado”, encerrou.

,

Renato Saling é o novo Presidente da AGC

Na noite de quarta-feira (09), a Associação dos Gremistas de Crissiumal – AGC, realizou uma assembléia para prestação de contas do ano de 2016, e também para definir a nova diretoria que irá liderar o grupo. A associação possui atualmente 137 sócios, e em torno de 60 participaram dessa reunião.

A diretoria anterior estava sendo presidida pelo Vanderlei Sonda Biondo, popularmente conhecido por Ico. O tesoureiro Nico apresentou o balanço e o fluxo de caixa do ano passado, e os números foram aprovados pela assembléia, que parabenizou a eficiência da diretoria por conseguir entregar o caixa da AGC com uma boa sobra financeira.

A nova diretoria foi aprovada por unanimidade, e ficou assim constituída:

Presidente – Renato Klafke Saling;
1º Vice Presidente – Natalino Biondo;
2º Vice-Presidente – Sharon Kopper;
Tesoureira – Natasha Kopper;
1ª Vice-Tesoureira – Nelci Haas;
2ª Vice-Tesoureiro – Vanderlei Biondo;
Secretário – Sergio Winck;
1º Vice-Secretário – Fábio Pinheiro;
2º Vice-Secretário – Ivo Hentges;
Setor de Imprensa – Lilico Mella, Cristhieli Wagner e Jairo da Silva;
Esportes – Leomar Kappaun, Eloir Carvalho, Marcelo Moré, Camila Wahlbrinck.
Dep. Eventos – Inês Kmiec, Marlei Dumke, Luciane Wolfart, Marina Campos, Zenaide Hentges, Nelci Haas, Andre Haas, Janice Correia;
Conselho Fiscal – Paulo Campos, Elmo Schneider, Nilo Simionato e Jadir Borsato.

Nova Diretoria da AGC

O novo presidente Renato Saling, em seu pronunciamento de posso, parabenizou a diretoria que entregou o cargo pelo empenho e pelos resultados positivos obtidos ao longo deste último ano. Ele foi um dos fundadores do grupo e também o primeiro presidente. Comentou sobre algumas ações que foram desenvolvidas que geraram muita repercussão na sociedade, como é o caso da campanha “Doe Sangue Azul”, uma idéia que levou dezenas de gremistas a doar sangue nas campanhas do hemocentro de Santa Rosa. Apresentou algumas idéias e ações que gostaria de por em prática durante sua gestão, as quais foram aprovadas por unanimidades pela assembléia, dentre as quais pode-se citar a continuidade da escolha da Musa da AGC, já ficou definido que será feita uma viagem para assistir a um jogo do Grêmio durante a Libertadores, reforma e melhoramento do outdoor da AGC na entrada da cidade, campanhas contra o mosquito Aedes Aegypti e demais ações sociais.

A assembléia foi encerrada com uma confraternização entre os associados, com lanches e bebidas patrocinados pela AGC.

,

Goleiro sobrevivente em acidente com a Chapecoense tem família em Boa Vista do Burica

Repercute em todo o mundo a tragédia com o avião que transportava a equipe da Chapecoense, que iria disputar a final da Copa Sulamericana com o Atlético Nacional, da Colômbia.  O avião de fabricação inglesa fazia o trajeto entre Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, até Medelin na Colômbia, quando caiu cerca de 30 km. de seu destino.  Informações dão conta de que haviam 81 pessoas no avião, sendo 72 passageiros e 9 tripulantes. Na delegação viajavam jogadores, dirigentes, jornalistas e convidados.  Informações dão conta de que 76 pessoas morreram,  com apenas 5 sobreviventes, sendo eles um jornalista de uma rádio de Chapecó, uma tripulante, e os jogadores Alan Ruschel, ex-Internacional, o goleiro Danilo e o também goleiro Jackson Follmann. Este último é natural do município de Alecrim,  mas tem sua trajetória de vida ligada ao município de Boa Vista do Buricá, onde residem seus pais e parentes.  Jackson é amigo do funcionário do Jornal Colonial, Neimar Ritter. “Meu amigo de toda vida, é um ótimo músico, tocamos juntos por bastante tempo, esperamos que ele se recupere bem deste terrível acidente”, declarou Neimar.  De acordo com informações dos familiares a situação de Jackson é estável.

245153_med_follmann 15300646_944832558983391_1566466729_n

,

Abertura do Campeonato Municipal de Futebol de Campo será neste sábado

Sábado, dia 05 de novembro, acontece a abertura oficial do Campeonato Municipal de Futebol de Campo de Crissiumal, no Esporte Clube Flamengo, localidade de Zona Grün. O jogo inaugural será entre as equipes do Flamengo e do Guarany.

Às 14h15min iniciará o jogo da categoria aspirantes, e após o jogo acontecerá a solenidade de abertura. Durante o ato de abertura haverá a apresentação da Banda Municipal, presença de todas as equipes representadas por seus dirigentes juntamente com a bandeira do clube, autoridades, membros do CMD e JDD.

O jogo da categoria principal acontecerá após a solenidade de abertura, por volta das 14h30min. O campeonato seguirá por várias semanas e é tradicional no município. Confira os jogos de domingo (06):

– Zona Quantz: Tamoio x Vasco;

– Lajeado Crissiumal: Cruzeiro x Bangu;

– Linha Concórdia: Ipiranga x Sentinela.